segunda-feira, junho 14

Pelado e educado.


Tá decidido: nunca mais eu faço nudismo. Primeiro porque eu não sou lá chegado em praias apropriadas para esta prática e depois porque nos lugares inapropriados eu posso passar pelo mesmo perrengue que passei recentemente. Vou explicar. No fim do ano passado, a “malta” resolveu ir para Xai-Xai, uma bela cidade litorânea à 200KM de Maputo. A curtição foi boa por lá. Amigos do trabalho, rango e birita à vontade e muitos mergulhos num lago transparente formado com a água do mar, presa pelas rochas. Tudo ia bem até então... Até então!

O ilustre Zeca de Oliveira – sem mais nem menos – resolve ir para o mar, tirar a areia da sunga. É claro que não era necessário tirá-la por completo e rodar no alto pra galera se divertir, ainda que os seus membros secretos estivessem abaixo da superfície do mar. Mas quem disse que ele só se faz o que é necessário? A polícia marinha devia estar espionando de longe, com aqueles binóculos-super-mega-caríssimos-de-longo-alcance, muito embora se vestisse como pescadores. Não deu outra, me esperou sair do mar e tome enquadro.

- O senhor infringiu a lei.
- Eu?
- Sim, fez nudismo em local inapropriado.

- Eu?

- Sim, e deverá pagar uma multa de 15 Mil Meticais!
- 15 páus, senhor polícia? Só pode ser brincadeira.
- Não é brincadeira meu senhor. Vamos para esquadra.

- Faz 500?



A malta, numa atitude tão desesperadora quanto a minha, rodeou o senhor polícia e eu ouvi expressões do tipo: “Quero ver quem é que vai levar o Zeca.”, “Daqui ele não sai ou então todo mundo tira a roupa!”, “Não vai levar ninguém, o senhor ta pensando que é quem?”. O senhor polícia não tava para brincadeiras e, depois de ouvir muita baboseira, me chamou de canto para resolvermos o problema civilizadamente. Eu disse a ele:

- Não fiz por mal, senhor, só que a areia tava incomodando muito.
- Mas o senhor sabe que não pode?

- Agora eu sei. Não vou mais fazer!


Depois de provar da minha enorme capacidade teatral e da minha ironia imperceptível adicionados ao mau humor da galera que já se preparava para protestar (vejam como exemplo, o China de rabo pra fora), ele concluiu:

- Só vou liberá-lo porque o senhor é o único aqui que é educado. Tenha uma boa tarde.


3 comentários:

simonedecapitani disse...

Nossa ... auhauhauh muito muito legal Moises que perrengue neh seu doido .... sempre aprontando tambem ne nossa ri sozinha!!!! ahauhuha

Zeca de Oliveira disse...

Hahaha!! Eu só apronto por aqui, Si! rsrs Bjoka! Saudade!

Maurício de L. R. disse...

Oi Maninhoooooo, tudo bem com vc? Ñ vai mais postar nada no blog? Abraços! Te adoro!